Skip to the content

Menu
Júlio Bastos, Lda

Agroalimentar / Vinho


Descrição
A Quinta do Carmo, datada do inicio do século XVIII, em 1720, e localizada em Estremoz, onde foi construído um palacete de estilo barroco, considerado o único “Chateaux” do Alentejo, foi adquirida na época pelo Rei de Portugal Dom João V, para oferecer à sua amada (e amante), uma cortesã de seu nome Dona Maria. E esta foi a inspiração para o nome atual da marca dos vinhos. Há 150 anos, os antepassados do atual proprietário, Julio Bastos, adquiriram esta Quinta e plantaram as primeiras vinhas, estando desde então na posse da mesma família, e atravessando várias gerações de produtores de vinho. Os vinhos Dona Maria representam um Alentejo diferente que começa na sua localização. Situada a 450m de altitude, sujeita à influência de duas serras gera um microclima que cobre toda a vinha. Esta particularidade faz que não seja necessário regar as vinhas, resultando numa menor produção e melhor qualidade. A nível da produção, mantêm-se métodos tradicionais, tais como a vindima manual, a pisa a pé em lagares de mármore antigos, e de acordo com as boas práticas enológicas. No fim, obtém se vinhos de extrema elegância, equilíbrio, consistência, acidez natural, e longevidade. O bom vinho é aquele que é capaz de transportar para o copo as condições únicas da sua geografia. Tal como nos Vinhos Dona Maria é possível provar a excelência do Terroir de Estremoz